CONGEE


Congee, jook ou mingau de arroz chinês é uma refeição que tem gosto de infância e também de cuidado. Esse pequeno aconchego comestível é capaz de produzir enormes benefícios à saúde, e por isso tem espaço garantido na cozinha medicinal chinesa. O Congee é considerado um alimento medicinal desde a Dinastia Han em 206 AC, e de modo geral possui propriedades nutritivas, tônicas, altamente hidratantes e digestivas. Comer um congee quentinho pela manhã pode aumentar muito nossa disposição, além de zelar pelo bom funcionamento do Estomago, Baço e Intestinos.

O consumo do congee é especialmente indicado quando o inchaço abdominal e a sensação de peso no corpo é constante, a digestão é lenta e cheia de gases, as dores de cabeça são predominantemente frontais, e o intestino anda irregular ou inflamado. Seu uso também é bem-vindo quando há sinais de deficiência de xue (sangue), tais como: tontura pela manhã, cansaço após atividade leve ou mesmo ao acordar, falta de apetite, fraqueza muscular, e ausência do sangue menstrual, além de ser um excelente aliado na recuperação de quadros gripais e de processos de adoecimento prolongado ou crônico. ​

Caso você sinta, com frequência, alguns desses sinais, uma boa dietoterapia chinesa pode contribuir muito para o restabelecimento da sua saúde. Procure um profissional. A escolha adequada dos acompanhamentos no Congee é a chave para transformar essa receita em medicina curativa, conforme suas necessidades individuais de saúde.

Vamos a receita?

Ingredientes:


-1 xícara de Arroz "japonês"* (grão curto ou longo).

- 6 a 8 xícaras de água

- Sal a gosto (sem exageros)

- Lascas de gengibre



Preparo:

1. Lave o arroz em água fria 3-4 vezes

2. Em uma panela coloque o arroz, o sal, o gengibre e adicionar 6 xícaras de água.

3. Deixe cozinhar em fogo baixo, por aproximadamente 30 minutos, com a panela semi tampada mexendo de vez em quando.

4. Adicione mais água se necessário. O ideal é que o arroz ganhe a consistência de mingau.

(Caso o quadro seja de extrema fraqueza e adoecimento, adicionar mais água para facilitar a digestão).

5. Pronto, agora é só incluir seus acompanhamentos favoritos!


Sugestão: Um fio de óleo de gergelim torrado, um fio de shoyu (sem glutamato), cebolinha picada e semente de gergelim. Também fica incrível com ovo cozido, cogumelo, tofu e espinafre. Aqui a criação é livre e você pode testar diferentes combinações.

*Caso não encontre o arroz "japonês", substitua-o por arroz cateto ou aveia








11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo